quinta-feira, 22 de julho de 2010

Sou a solidão



Sou como o vento
Sigo sem rumo ou direção
Invisível, intocável
Como o vento, ninguém pode me tocar

Sou como o sol
olhares não se firmam em mim
Olhares apenas se perdem
Os olhos se machucam ao me contemplar

Sou o dia e a noite
Sou mais noite do que dia
Sou a vida e a morte
Sou mais morte do que vida

Sou o dia
Claro, alegre, ensolarado
Sou a noite
Escura, solitária, fria, silenciosa

Sou mais noite do que dia

Sou a vida
Única. feliz, esperançosa
Sou a morte
Sagaz, triste, mórbida

Sou mais morte do que vida

Meu ser se desfez
Se desconfigura a cada estação
Chegará o dia em que não viverei mais
Serei chamado apenas de solidão

15 comentários:

Amiga disse...

lindo e profundo poema!

Lucas Rivelli disse...

me surpreendo a cada nova postagem
é incrivel como seus poemas conseguem deixar um nó na minha garganta

Luiz Brisa disse...

gostei
bem escrito
e com muito sentimento
^^

Sua formula se baseia em: disse...

Parabéns.
tem realmente o dom com as palavras .

Karla Hack disse...

E nesta dança que é a própria existência...
Se vive e se é o que é!
Lindo!
;D

Laís. disse...

Liindo! Como escreve! Que dom!

Ábia Costa disse...

Meu amor...nossa! que perfeição, sentimentos borbulham a cada verso,tenho cada vez mais orgulhos de ter vc em minha vida.

te adoro poeta *-*

Izabela disse...

Perfeiitoh perfeiitoh ! Choreii

Raah disse...

Não gosto de solidão, mas há momentos em que ela se faz necessária...

Ás vezes, é uma terapia ficar sozinho, esquecer dos problemas,escrever, ouvir música ou até mesmo ficar imaginando o futuro, sonhando em me tornar escritora, atriz, jornalista... e eu vou conseguir! ;)


Veja meu vídeo: http://sonhoparecedeverdade.blogspot.com/

Bruno Matos disse...

SEGUINDO

SEGUI O MEU

WWW.BAIXELIVRO.COM

Laysha Vampira disse...

Primeira visita, lindíssimo blog.
Me sentí acolhida... sua solidão é sempre compartilhada por aqueles que escrevem em versos a dor dos esquecidos.

Lindo poema.

Vou seguir e linkar... assim lhe apresento aos meus seguidores e posso tbm acompanhar suas atualizações.

Beijos sangrentos da vampira Laysha.

Thiago the Wild disse...

Cara, texto excelente, mesmo!!

Roberta Caren disse...

e ainda diz que num é poeta.. ai Diel eu amei tds os que li e realmente tens futuro pra coisa.

††Fαℓℓєη Aηgєℓ†† disse...

solidão, um grande vazio que muitas vezes não sabemos descrever, um sentimento cheio de paradóxos.

lindo poema!

Estou te seguindo!

Veronik disse...

Maravilloso !!!!!! tan conmovedor.
es genial venir aquí y yo siempre se ejecutan en las cosas nuevas y mejores cosas. larga vida a Brasil, tierra de grandes poetas
Te espero en mi blog Arcángel
Será un placer para ser visitado de nuevo para usted
besos gran poeta.

Related Posts with Thumbnails