segunda-feira, 29 de março de 2010

A saudade se tornou tão forte
Que ainda em vida
Já me sinto totalmente tomado pela morte
Que triste essa minha sina
Que triste essa minha sorte


O Sorriso sumiu do meu rosto
E quando durmo não quero mais acordar
Queria eu poder sair desse corpo
E do gosto amargo do sofrimento
Desse gosto não poder mais provar


A Luz que me guiava apagou
Estou sozinho, cego, surdo e mudo
Nas trevas é onde estou sem rumo
Sofrido não é dizer que amou
Sofrido é não ver amor no mundo


Agora te deixarei
Pois somente o meu amor
Não te fará voltar
Viverei sempre com essa dor
viverei sempre a te amar

3 comentários:

Ana disse...

Na vida passamos por várias situações que às vezes nos leva a pensar em desistir de nossos sonhos, desejos e até mesmo de pessoas, pelo simples fato de acharmos dificuldade em conquistá-los, mas cada obstáculo que ultrapassamos nos faz perceber que somos capazes de enfrentar tudo se acreditarmos em nós mesmo. Ninguém é feliz ou infeliz totalmente, temos que levantar a cabeça e seguir adiante, pois a cada amanhecer tudo se renova!

Jacyara disse...

Como diz o poeta "Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir".

Parabéns. Lindo poema. Admiro muito você!

Anônimo disse...

os sexos enganam-se mutuamente.nesse sentido, o homem almeja que a mulher seja pacifica no entanto meu caro.... a mulher aprende a odiar na medida em que deixa de encantar , em homens duros a intimidade é algo precioso.a idéia de suicidio é um forte consolo.ajuda a suportar muitas noites más.no entanto meu caro...o amor desvenda as qualidades sublimes e ocultas de quem ama. e é exatamente isso que deves fazer lutar pelo amor verdadeiro, unipresente... um forte abraço de um grande amigo

Related Posts with Thumbnails